quarta-feira, 29 de abril de 2009

P162-A Clínica de Bor e a Tabanca de Matosinhos II

Hoje o almoço da Tabanca de Matosinhos foi muito mais que confraternização de amigos
Tomou-se colectivamente uma decisão que irá ter reflexos indubitavelmente muito importantes na vida de muitas das crianças guineenses que se encontram hospitalizadas na Clínica de Bor.
Cada semana tem-se vindo a pagar a mais para além do custo do almoço, 3 €, montante que até agora têm sido canalizados para o custo do almoço do António Batista, libertando-o desse encargo semanal sem o privarmos da nossa companhia, sendo o restante quase na sua totalidade canalizado para o jogo do Euromilhões.
Pois a partir de hoje, este excesso será aplicado unicamente numa aposta simbólica de 10 € semanais sendo o restante amealhado para mensalmente ser entregue ao Dr. Augusto Bidonga Director Clínico da Clinica de Bor que lhe dará o destino que julgar mais conveniente.
Tornamos assim o nosso almoço de confraternização semanal num almoço de benemerência onde inclusive, cada um pode oferecer o quantitativo que quiser para ajudarmos na sobrevivência da Clinica de Bor e de todos quantos nela trabalham pela luta contra as doenças graves das crianças Guineenses.
Os quantitativos recebidos e enviados serão sempre justificados pelo Dr. Bidonga pelo que saberemos em todo o tempo qual o destino que as nossas dádivas têm, lá por terras de Bissau.
Ora digam lá se não é uma excelente ideia?
Álvaro Basto

1 comentário:

  1. Nem conferi o euromilhões esta semana. Mas sabes que estou de acordo.

    ResponderEliminar