segunda-feira, 21 de maio de 2012

P637-"Compêndio" da Guerra está de volta às livrarias



MARCAS DA GUERRA COLONIAL

«Compêndio» da Guerra
está de volta às livrarias


O livro MARCAS DA GUERRA COLONIAL voltou aos escaparates, vítima involuntária de um processo de insolvência em que a sua editora se viu envolvida durante os últimos três anos.

As “Marcas”, da autoria de Jorge Ribeiro, permaneceram – em conjunto com todos os títulos da Editora Campo das Letras – fora dos circuitos de comercialização por ordem judicial e enquanto o processo não foi concluído.

A partir de agora, os exemplares em stock podem ser adquiridos em Lisboa, na Livraria Círculo das Letras, à Rua Augusto Gil, 15 B (ao Campo Pequeno), telf: 210938753 livraria@circulodasletras.pt, e no Porto na Livraria da UNICEPE, na Praça de Carlos Alberto, 128 (esquina com a Praça dos Leões), telf: 222056606 Unicepe@net.novis.pt.

“Marcas da Guerra Colonial” (1999) foi objecto de duas edições, e revelou-se cedo uma fonte extraordinária de consulta para o estudo da guerra em África, referência em inúmeros trabalhos académicos e na Imprensa. Um antigo ministro da Educação, Marçal Grilo, chegou a considerar as “Marcas” como obra imprescindível nas bibliotecas escolares.

Segundo o escritor Jorge Ribeiro, «as Marcas abordam questões pouco discutidas, aprofunda outras com dados nunca revelados, e recolhe um vasto leque de opiniões de figuras da nossas História recente, capazes de facilitar um juízo mais claro e correcto do que foi a empresa de guerra que o colonialismo português produziu no Ultramar».

Capítulos: «Os Dias da Raça», «Os Estropiados», «As Doenças», «As Tropas Auxiliares», «As Mulheres na Guerra», «A Igreja e a Guerra», «A Guerra Química», «Os Crimes de Guerra», «O Natal do Soldado», «As Canções da Guerra», «A Camaradagem».




segunda-feira, 14 de maio de 2012

P636 - MEMORIAL DE GUILEDJE E A HISTÓRIA RECENTE DA GUINÉ-BISSAU


MEMORIAL DE GUILEDJE   
UM DESAFIO NA CONSTRUÇÃO DA HISTÓRIA DA GUERRA COLONIAL/ GUERRA DA LIBERTAÇÃO
(LIVROS  - DOCUMENTO -  REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS) PRECISAM-SE.

 A AD- Acção para o Desenvolvimento ONGD , decidiu há cerca de 4 anos criar o “Memorial de Guiledje”, um espaço museológico onde todos os que por lá passaram, guineenses, cabo-verdianos, portugueses e cubanos, o sintam como um local onde as suas memórias são preservadas e valorizadas.

 "Manga di ronco" no dia da inauguração do Memorial em 2008
 
Este núcleo museológico pretende dispor de uma biblioteca onde todos poderão encontrar livros, documentos e referências bibliográficas do período colonial, que poderão igualmente facilitar o trabalho de pesquisa que se venha a fazer sobre esta época da vida da Guiné-Bissau e Portugal.


A Associação Tabanca Pequena – Grupo de Amigos da Guiné-Bissau, aceitou fazer uma parceria com a Ad no sentido de angariar Livros e Documentos que de algum modo se reportem à Guerra colonial na Guiné a fim de encher as estantes do Memorial de Guiledje.

Chegou a altura de darmos uma “mãozinha” ao povo da Guiné-Bissau, ajudando-o a construir as bases da sua história na luta pela libertação através da oferta de livros escritos sobre a guerra e demais documentação existente.
A Tabanca Pequena, assume a responsabilidade de a fazer chegar ao destino. 

Apelamos a todos os camaradas que tenham editado livros, a todos os camaradas que tenham livros em seu poder e possam dispensar, a todos os camaradas que tenham documentos oficiais e outros que possam fornecer fotocópias dos mesmos.
Façam-nos chegar à Tabanca Pequena ONGD , ou à tertúlia da Tabanca de Matosinhos que se reúne todas as semanas no Restaurante Milho Rei




 TABANCA PEQUENA – Grupo de Amigos da Guiné-Bissau, ONGD

tabancapequena@gmail.com
www.tabancapequena.com

sexta-feira, 11 de maio de 2012

P635 - O Batista e o Álvaro Basto na Praça da Alegria







P634- CONVÍVIOS


20º- CONVÍVIO
Companhia de Caçadores 2368                 
“FERAS”
Caro Amigo, caro companheiro, caro camarada;
Estava previsto que a organização para este ano e eventualmente os futuros, o nosso Companheiro Albino Silva liderasse este processo, dada a sua disponibilidade. Mas o destino por vezes altera os nossos projetos. E por razões de saúde da Esposa do Albino isso não foi possível. Assim o dia 19 de Maio foi o dia possível para o nosso encontro uma vez mais alterando os nossos convívios tradicionais. No entanto este tem uma particularidade que agradará certamente a todos os companheiros, por ser o local onde semanalmente á quarta-feira se juntam os combatentes da Guiné “TABANCA” (Restaurante Milho Rei) Matosinhos e que curiosamente foi galardoado com uma distinção de servir as melhores Tripas á Moda do Porto. 
Programa:
10 Horas – Concentração junto á praia em frente ao Restaurante Milho Rei.
12 Horas – Entrada para o restaurante depois de acomodados nos nossos
lugares celebramos a tradicional cerimónia de ação de graças em memória dos nossos
Companheiros falecidos. Com a colaboração do nosso amigo e companheiro
Pinheiro. Este será um momento de reflecção, de meditação, de unidade, de amizade,
de agradecimento, por termos encontrado sempre o caminho certo nos momentos difíceis.
Servirá também, para recordarmos e alicerçamos os valores que marcaram a nossa
Juventude, vivida numa época de dificuldades.
12,30 Horas será dado início ao almoço de confraternização que constam de uma ementa
bem elaborada e bem recheada de sabores gastronómicos do norte, que pretendemos seja
do agrado de todos:
Entradas:  Será uma surpresa
Sopa:  Legumes
PEIXE:Bacalhau especialidade da Casa
CARNE:Tripas á moda do Porto
BEBIDAS:Vinhos Verdes e Maduros; Sumos; refrigerantes e águas.
SOBREMESAS: Doce e Fruta – Torta de Noz
CAFÉS E DIGESTIVOS
PREÇO 20 € (Crianças dos 4 aos 10=50%)

Para os que já perderam “para além de outras coisas...”o sentido de orientação (azimutes), aqui vão algumas dicas para lá chegar. Todos conhecem a lota de Matosinhos e a Avª até até encontrar á esquerda o restaurante MILHO REI.
Se houver duvidas Telef.  Jorge Cruz – 939570863; Vítor 916193495; Azevedo 919288706; e Santos 968266455.
Agradecemos confirmação até ao dia 25 de Maio.
Colabora, não deixes de dar notícias.
Até lá um abraço da Comissão Organizadora
                        

quarta-feira, 9 de maio de 2012

P633-A TERTULIA RFEGRESSA AO MILHO-REI

Depois de 4 semanas deslocados no restaurante do Centro Hípico de Matosinhos/Porto, voltamos esta semana ao Restaurante Milho-Rei agora remodelado e mais confortável.








Aproveitamos para agradecer ao Leite Rodrigues o empenho que  colocou nesta nossa deslocação forçada e que afinal se veio a revelar uma excelente alternativa para outras almoçaradas e convívios futuros especialmente a sua incomensurável paciência nas aulas de equitação que nos ministrou a todos (uma palavra para a sua égua francesa que pachorrentamente nos carregou a todos)


Queremos igualmente agradecer ao Sr. Gonçalves concessionário do referido restaurante que com a sua simpatia, gentileza e hospitalidade nos soube receber de forma exemplar proporcionando-nos um tratamento que ficará para sempre gravado nas nossas memórias.








sábado, 5 de maio de 2012

P632 - O 86º ANIVERSÁRIO DO NÚCLEO DA COVILHÃ DA LIGA DOS COMBATENTES


Integrado nas comemorações, se puderes não deixes de assistir a um debate sobre um tema infelizmente sempre actual



P631 - SOLIDARIEDADE PARA COM A GUINÉ-BISSAU

Uma iniciativa da Delegação do Porto da nossa congénere, Acção de Cooperação com a Guiné Bissau.
Se puderem não deixem de aparecer